Novo equipamento para Hemodinâmica traz mais precisão para diagnóstico e tratamento no HAOC

Vereador Prof. Sérgio se reúne com Deputado na Alesp
13/10/2021
Exposição “Origem e Propósitos” é inaugurada no Museu da Água em Indaiatuba
13/10/2021
Exibir tudo

Novo equipamento para Hemodinâmica traz mais precisão para diagnóstico e tratamento no HAOC

Cateterismo coronário, neurológico e vascular em diversos órgãos é realizado através
de tecnologia de ponta de novo equipamento do HAOC

O Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC) conta, desde o mês de agosto de
2021, com um novo e mais moderno equipamento para realização de cateterismo
diagnóstico e de tratamento de doenças de obstrução do vasos e artérias do coração,
cérebro ou outros órgãos vasculares. O Centro de Hemodinâmica do HAOC está em
funcionamento desde 2015, e este novo aparelho, conquistado através de Emenda
Parlamentar do deputado estadual Rogério Nogueira, agrega uma série de recursos que
facilitam o tratamento e o torna mais preciso, mais assertivo, mais previsível do que o
equipamento anterior. “É um equipamento que traz muita qualidade e traz tecnologias
embarcadas que aumentam a nossa precisão no tratamento, tanto no diagnóstico como
no tratamento. Essa máquina trouxe um grande salto de qualidade para a medicina
minimamente invasiva de Indaiatuba”, analisa o médico cardiologista Dr. Silvio
Giopatto.
O Centro de Hemodinâmica realiza exames e procedimentos relacionados ao tratamento
de doenças coronárias, como infarto e angina; arritmias cardíacas; doenças da aorta;
artérias que irrigam órgãos abdominais (rim, por exemplo); doenças das artérias dos
membros (trombose, gangrena); aneurismas cerebrais; químio embolização de tumores
cerebrais, renais e de fígado; embolização de miomas, entre outros.
As doenças cardiovasculares correspondem a 30% dos óbitos no mundo. Excetuando a
pandemia do novo coronavírus, são as doenças que mais matam. “Mas tem duas que são
as principais vilãs, causadoras de morte, e incapacitação, que é o infarto e o Acidente
Vascular Cerebral (AVC). O infarto é o que mais mata e o AVC é o que mais
incapacita. E nesses dois casos, quanto mais rápido e efetivo for tratamento, melhores
são as chances de sobrevida do paciente e a qualidade de vida”. Nestes casos, a
Hemodinâmica age rapidamente, com o cateterismo diagnóstico, e, ao confirmar o
infarto ou AVC, identifica qual artéria está obstruída, seguindo com o tratamento,
restabelecendo a passagem do sangue.
O fluxo sanguíneo é interrompido quando há um “entupimento” de artérias ou veias,
geralmente devido ao acúmulo de gordura. O equipamento de Hemodinâmica possibilita
que o médico visualize este local, ao passar o cateter, e realizar o tratamento, que
consiste no posicionamento, com grande precisão, de stents. “Para isso nós precisamos
de uma excelente qualidade de imagem, e isso este equipamento traz. Precisamos saber
se o stent ficou bem expandido, dilatado, e graças aos recursos que chamamos de realce
geográfico, é possível que a gente enxergue o stent, que é uma estrutura muito delicada,
muito fininha, pouco visível ao Raio-X. Para neurologia e vascular traz recursos de
reconstrução tridimensional, facilita e melhora muito o tratamento dos aneurismas
cerebrais, de artéria aorta, por conta de todos esse recurso que ela traz junto, além da
qualidade da imagem ser superior ao equipamento anterior, traz recursos bem avançados

que aumenta demais a precisão e consequente a qualidade e assertividade do
tratamento”, conclui Giopatto.