HAOC INDAIATUBA conta com novos equipamentos para exames diagnósticos por imagem

Camerata Filarmônica de Indaiatuba promove concerto com temas da Broadway no Casarão
22/11/2021
Indaiatuba conquista a primeira colocação do Brasil no Prêmio Band Cidades Excelentes
01/12/2021
Mostre tudo

HAOC INDAIATUBA conta com novos equipamentos para exames diagnósticos por imagem

Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética

Os exames de diagnóstico por imagem são técnicas que permitem a visualização do interior do corpo para a detecção ou avaliação de uma anormalidade sem a necessidade de cortes e cirurgias. Uma vez que são tecnologias em constante aperfeiçoamento, o Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC) investe em novos aparelhos e seus respectivos softwares para garantir que usuários do HAOC Saúde e outros planos de saúde tenham disponíveis equipamentos de ponta, equipe altamente especializada, sala de espera exclusiva, tudo com a segurança em realizá-los em ambiente hospitalar.
Para agendamento de exames: (19) 3801-8227 e (19) 3801-8564.

Tomografia computadorizada

A tomografia permite a detecção de uma infinidade de alterações em praticamente todas as regiões do corpo, possibilitando detectar infeções, sangramentos, traumatismos, tumores, sendo amplamente utilizada na região torácica para diagnóstico de pneumonia, tuberculose, enfisema pulmonar e câncer de pulmão; na região abdominal para detecção de inflamações e infecções em todos os órgãos (apendicite, pancreatite, diverticulite etc.), cirrose, gordura no fígado, pedra no rim e câncer e metástase em diversos órgãos; assim como para crânio, face e coluna.

Ressonância Magnética

A ressonância permite a investigação de uma série de anormalidades por meio de imagens tridimensionais com um alto nível de detalhamento. Porém, diferente da tomografia e da radiografia, a ressonância não utiliza raios-X para formar as imagens, mas sim um campo magnético e ondas de radiofrequência, convertidos em centenas de “fotografias” em duas dimensões, que são combinadas para formar imagens tridimensionais de alta resolução. A maior parte das ressonâncias faz uso de contraste para conferir mais nitidez às imagens.

As principais possibilidades de diagnóstico são as alterações vasculares (aneurisma, aneurisma roto, AVC (derrame), infarto, hemorragia, coágulos e trombose); distúrbios neurológicos (esclerose múltipla, epilepsia, toxoplasmose, mal de Alzheimer); além de alterações nos órgãos do abdômen, pelve feminina e masculina e lesões ortopédicas.