Guardas municipais de Indaiatuba são presos por suspeita de tortura e abuso de poder

Uma operação da Polícia Civil cumpre, nesta quinta-feira (25), quatro mandados de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão contra guardas municipais de Indaiatuba (SP). Eles são suspeitos de crimes de tortura e abuso de poder contra pessoas apresentadas às autoridades policiais como autoras de crimes.

Dos quatro mandados de prisão, um guarda segue foragido, dois se apresentaram e um foi detido pelos policiais.

A Prefeitura abriu um procedimento administrativo para acompanhar o caso. Ainda segundo a administração, dois deles já estavam afastados das funções a pedido do Ministério Público. (leia texto no fim desta reportagem).

Apreensões

Durante as diligências, os investigadores encontraram dois simulacros de arma, uma pistola 380, um celular e R$ 23 mil em dinheiro na casa de um investigado. A origem deste dinheiro será investigada, segundo informou a Polícia Civil.

“A gente tem a suspeita que parte deste dinheiro tenha origem em atos de corrupção. Isso vai ser objeto das investigações que já estão em andamento”, disse o delegado Luiz Fernando Dias de Oliveira,

Também foram apreendidos entorpecentes em um armário de um suspeito foragido, localizado na sede da Guarda Municipal, alvo de mandado de busca e apreensão. Um cão da Guarda foi usado para vistoriar os armários. Esse suspeito também será investigado por tráfico de drogas.

Investigações

De acordo com a Polícia Civil, os investigados agrediram fisicamente suspeitos de crimes antes de apresentá-los às autoridades na delegacia. Os guardas foram monitorados por 60 dias por meio de ligações telefônicas autorizadas pela Justiça.

Nas ligações, os policiais detectaram que os guardas investigados voltavam a procurar os supostos criminosos e testemunhas para constrangê-los e convencê-los a mudar os depoimentos em inquéritos policiais e judiciais.

O que diz a Prefeitura?

A Secretaria de Segurança Pública de Indaiatuba se manifestou sobre o caso por meio de nota à imprensa . De acordo com o órgão municipal, dois dos guardas já estavam afastados a pedido do MP. Um procedimento administrativo foi aberto para acompanhar o caso, analisar e determinar medidas cabíveis. Leia nota abaixo:

“A Secretaria de Segurança Pública de Indaiatuba foi notificada sobre a operação realizada pela Policia Civil na manhã desta quinta-feira(25), que levou à prisão de quatro Guardas Civis, sendo que dois deles já estavam afastados a pedido do Ministério Público. Um procedimento administrativo foi aberto para acompanhar, analisar o caso e determinar as medidas cabíveis.

A Secretaria se coloca à disposição para contribuir com as investigações e reforça seu compromisso com a ética, transparência e respeito, buscando um atuação focada na garantia do bem estar do cidadão indaiatubano”, diz o texto.

fonte G1

Tags: ,

Related posts

Zé Dirceu é souto

A Justiça do Paraná determinou a soltura do ex-ministro José Dirceu na noite desta...

TEDx Indaiatuba

No dia 22 de outubro, será realizada a segunda edição do TEDx Indaiatuba. Com...

FAICI 2016

Força e Tradição, este é o tema, da FAICI 2016 (Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de...

HOTEL BRASTON INDAIATUBA TEM OPÇÃO PARA O DIA DOS NAMORADOS

HOTEL BRASTON INDAIATUBA TEM OPÇÃO PARA O DIA DOS NAMORADOS

FAICI 2014 – PROGRAMAÇÃO – PASSAPORTE

O Passaporte FAICI 2014 custará R$ 150 para os oito dias de festa.
FAICI INDAIATUBA 2014 – Concurso da Rainha acontece dia 22 de abril Seletiva do Concurso Rainha FAICI 2014 acontece dia 22 de abril Na categoria Adulto,...

MANIFESTAÇÃO EM 24/06 NA CÂMARA DE INDAIATUBA

Cerca de 400 pessoas participaram da  sessão da câmara —

1ª Indaiatuba Eco

A 1ª Indaiatuba Eco teve montagem das tendas na Raia de Remo do Parque...

Vendas Convite BAILE DO HAWAII 2012 clube 9 -Indaiatuba

Informações: Avenida Presidente Vargas,2000 Vila Homero – Indaiatuba, 13338-705 Telefone: (19) 3875-2480
Clube 9 de Julho inicia venda de ingressos para Baile do Hawaii 2012 Em sua 27ª edição, o tradicional Baile do Hawaii, que este ano terá como...

Comments are currently closed.

Top