Educação de Elias Fausto inicia projeto de ensino com utilização de impressão 3D e robótica

Receitas de Família é tema da quinta edição do Festival Gastronômico Sabores da Terra em Indaiatuba
19/08/2021
Os contratos do empreendimento Céu Azul Residencial Indaiatuba começam ser assinados dia 26 de agosto.
26/08/2021
Exibir tudo

Educação de Elias Fausto inicia projeto de ensino com utilização de impressão 3D e robótica

Alunos terão sala com equipamentos tecnológicos durante as aulas. Um dos objetivos é estimular a criatividade durante o aprendizado.

 

A Prefeitura de Elias Fausto (SP) desenvolverá um novo processo de ensino pedagógico nas escolas municipais da cidade, por meio da Sala Maker Espiral. O projeto visa promover o aprendizado por meio da tecnologia e criatividade, com uso de impressão 3D e robótica.

De acordo com a prefeitura, nesse primeiro momento o novo método de ensino atenderá aos alunos do ensino fundamental 1 e 2, totalizando 2.206 crianças e adolescentes. Cada aluno receberá uma apostila impressa do ano completo para fazer anotações e acompanhar as aulas.

O educador também recebe o mesmo material didático, uma apostila de apoio para o uso dos maquinários, e um login na plataforma colaborativa, onde tem acesso a planos de aula, com espaço de “help desk” para tirar dúvidas, e alguns vídeos das atividades. Ao todo, 30 professores, coordenadores e gestores estão participando de 88 horas de formação entre teoria e prática dessa nova metodologia.

Segundo a prefeitura, os alunos terão acesso às salas ainda esse ano como forma de visita. A utilização dos espaços para o ensino terão início no começo do ano letivo de 2022.

Segundo a prefeitura, a intenção é proporcionar integração de conceitos de diversas áreas, como linguagem, matemática, física, eletricidade, eletrônica, mecânica, arquitetura, ciências, história, geografia, artes, todas dentro das diretrizes da Base Nacional Comum Curricular, e dos quatro pilares fundamentais de aprendizagem da Unesco e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

“Investir na educação é investir no futuro. Estamos trazendo para as nossas crianças e jovens o que tem de melhor na tecnologia de educação, para que as crianças de escolas públicas possam, no futuro, competir em igualdade com os jovens das escolas particulares”, declarou o prefeito Maurício Baroni (MDB).

Cada Sala Maker Espiral terá bancadas para trabalho em equipe, armários e aparelhos para a prototipagem em impressão 3D, corte a laser, plotter de recorte e instrumentos para a prática de robótica.

Ao todo, cinco salas de aula receberam os equipamentos para essa nova metodologia. Elas estarão disponíveis nas escolas Prefessor João Guedes Pinto Júnior, Gerardo Mário Tornatore, Prefessor Lupércio Guedes Pinto – Titico, professora Maria Cândida Alves Pinto e no Espaço Maker Espiral Modelo Professor Mário Augusto Baltus, com sede no Distrito de Cardeal.

“A sala modelo leva o nome do nosso querido professor Mário Augusto Baltus, que foi vítima da Covid-19 em 2020. Mário era entusiasta desse tipo de trabalho coletivo”, declarou a Secretária de Educação de Elias Fausto Sandra Bicudo de Almeida.

A Prefeitura de Elias Fausto declarou que o valor investido para o projeto Sala Maker Espiral na cidade é de R$847.104 por ano, o que vale a R$ 32,00 por aluno por mês.

fonte g1 Piracicaba

ASSISTA A COBERTURA DO INDAIATUBE